Hummus germinado (e os meus últimos tempos)

Estes últimos tempos têm sido …… (completar com uma palavra à escolha).

Só quando começo a escrever no blog é que me dou conta do quão me faz falta escrever, cozinhar e partilhar.

Estes últimos tempos têm sido desafiantes para mim porque me vi obrigada a parar, por circunstâncias da vida. Não fiquei doente nem ninguém ficou, longe disso. E, sinceramente, tem sido uma experiência incrível. Os meus dias têm sido mesmo muito corridos e ocupados nos últimos 10 anos, nos últimos 7 dedicados ao The Love Food e a aprender sobre esta área da alimentação que me faz sentir como peixe na água. Fui mãe há 2 anos e 6 meses, e tenho uma empresa há 3 anos que, neste tempo, a produzir e a fornecer, passou de 3 lojas a quase 100, e com muitos clientes diariamente. Parar, depois deste ritmo frenético, era quase contranatura para mim. Mas não.

Tenho aprendido que se a vida te dá limões, faz limonada. O ponto não está em evitar os limões o fingir que não os vemos. É mesmo fazer limonada com eles, a melhor limonada de sempre. Foi o que fiz. E tem sido AWESOME. Tirei férias até ter a marca do bikini, aproveito a companhia do meu filhote ao máximo e sinto mesmo que não há nada melhor, na verdade. Quando encontro pais que me dizem “eu tento tirar sempre 10 mn por dia para os meus filhos”, o meu intestino revolve-se. Não é uma questão de prioridades ou egoísmo, é fundamental estar com os filhos, estar lá a 100%, o máximo de tempo possível.

Li vários livros sobre a melhor maneira de optimizar e rentabilizar o trabalho, porque, sinceramente, no fundo, não é porque se trabalha mais tempo que se é mais produtivo. E encontrei uma série de estratégias que têm resultado na perfeição. Não só sou mais organizada e produtiva como tenho mais tempo para mim e para o meu filhote, tempo de qualidade. E posso dedicar-me a muitas outras coisas que gosto de fazer e que não fazia porque “omg não tenho tempo para tudo!”.

Tenho, sim. É preciso aprender a criar tempo. Se quiserem posso escrever-vos sobre isso.

Então, resumindo, temos feito uns cozinhados juntos. O meu filho adora sentir-se útil e ajudar, portanto e incluo-o em tudo o que faço, seja limpar ou arrumar a roupa. Mas ele adora especialmente ajudar a preparar o que vamos comer.

Ambos gostamos muito de hummus, então apeteceu-me fazer um upgrade ao hummus tradicional. E cá está a receita! O grão-de-bico está cru e germinado. O facto de ser germinado faz com que seja ainda mais saudável e poderoso nutricionalmente. A digestão é mais fácil, a concentração de nutrientes e enzimas é bastante superior ao cozinhado, e tem menos factores antinutricionais (que impedem a absorção dos nutrientes). A biodisponibilidade aumenta entre 200 a 600% e pode ainda ocorrer um aumento do teor de proteínas e do seu valor biológico. Para além disso ficam com uma textura maravilhosa!

Para germinar, nada mais fácil:

Passo 1 – Demolhar o grão-de-bico durante a noite (8 a 12h);

Passo 2 – retirar a água e lavar. Colocar num frasco sem adicionar água e tapar o frasco com um pano, para poder respirar;

Passo 3 – todos os dias deve lavar o grão, voltar a coloca-lo no frasco e tapar;

Passo 4 – passados 3 ou 4 dias já deve ter germinado! Quando o rabinho estiver do tamanho do grão, já pode usar!

Usei grão-de-bico português, este é da Herdade do Carvalhoso.

Para o hummus germinado:

2 chávenas de grão-de-bico germinado

½ chávena de azeite

1 dente de alho

uma pitada de sal marinho

sumo de um limão

2 colheres de sopa de tahini bio (opcional, mas muito bom!)

Coloque tudo na Bimby e triture na vel. 8 durante uns segundos, páre, empurre para baixo com a espátula o hummus que subiu pelas paredes e volte a triturar até estar cremoso.

O procedimento é o mesmo no processador ou com a varinha mágica. Triture até ter a consistência desejada. Se for necessário adicione água.

Para servir polvilhe com pimentão doce, pimenta preta moída e decore com alguns grãos germinados.

Sirva com salada, tostas, com palitos de legumes crus, barre no pão, sirva como acompanhamento ou coma à colher.

6 Comments on Hummus germinado (e os meus últimos tempos)

  1. Luisa
    29 Agosto, 2017 at 14:35 (2 meses ago)

    Olá. Encontrei agora o blogue e admito que sou fã de grão de bico mas nunca testei hummus.
    Pode dizer-me quanto tempo aguentará se guardado no frigorifico?
    Obrigada!

    Luisa

    Responder
    • thelovefood
      29 Agosto, 2017 at 20:01 (2 meses ago)

      Olá! Hummus é provavelmente das melhores comidas do mundo 🙂 No meu livro poderá encontrar a receita do hummus tradicional. Este, germinado, aguenta o mesmo tempo no frigorífico, entre 3 a 5 dias. Beijinho

      Responder
  2. Patricia
    3 Setembro, 2017 at 7:03 (2 meses ago)

    Que bom que voltaste, já tinha saudades de te ler! 🙂
    Só quando paramos a sério é que sentimos o bom que é desligar de tudo (principalmente das redes sociai. É a melhor coisa de sempre!) e tomar atenção apenas ao que e a quem nos rodeia! Também aprendi essa lição este Verão.
    Amo hummus, nunca tinha visto assim com grão germinado, fiquei com vontade de experimentar, embora a germinação não seja uma arte que domino!

    Um beijinho e adoraria saber as tuas dicas para criar mais tempo nesta nossa vida doida!

    Responder
    • thelovefood
      20 Setembro, 2017 at 14:46 (4 semanas ago)

      Também tinha saudades de escrever! Vou partilhar algumas dicas, espero que sejam úteis. Um beijo enorme!

      Responder
  3. Ana
    19 Setembro, 2017 at 8:19 (4 semanas ago)

    Viva.
    O grão terá de ser cozido após germinado e antes de fazer o hummus, certo?

    Responder
    • thelovefood
      20 Setembro, 2017 at 14:45 (4 semanas ago)

      Olá Ana, não é cozido, é germinado. O hummus é feito com o grão germinado, por isso é diferente do hummus com grão cozido. O facto de ser germinado potencia todas as enzimas, fitonutrientes, proteínas e vitaminas, e tudo isto aumenta a biodisponibilidade para ser absorvido de fome óptima pelo organismo. Boas receitas!

      Responder

Leave a Reply