[line]

Na maior parte dos supermercados consegue encontrar produtos completamente fora da estação, que vêm de todos os lados do mundo, que não só custam mais como poluem o dobro, já que têm de apanhar o avião e vários outros transportes até chegarem até nós. Para além de terem que ser acondicionados, congelados e preparados  de maneira a que não apodreçam antes de chegarem às prateleiras (por vezes apodrecem rapidamente nas nossas casas…). Outras vezes têm produtos da estação mas que vêm de Marrocos e Espanha. Os supermercados ao ao lado da minha casa têm alperces, nêsperas, meloas, etc, tudo vindo de fora de Portugal, quando nós plantamos estas coisas e fazêmo-lo bem! A frutas e legumes portugueses são, em geral, mais saborosos e menos “plásticos”.[line]

[line]

Compre sazonal, a produtores locais, se possível biológicos. Alguns produtores até lhe levam os legumes a casa! Apoiar os nossos produtores locais dinamiza a economia! Se não conseguir ir ao mercado da sua zona, contacte estes produtores que têm entrega ao domicílio, semanalmente, um cabaz enorme com um preço médio de 12€ (super barato, portanto):

Aqui vão alguns links úteis:

Quinta do Arneiro – http://www.quintadoarneiro.pt/loja-online (Lisboa e Grande Lisboa, Mafra, Torres Vedras, Cascais e Linha)

Ecoseiva – http://www.ecoseiva.com (Lisboa, Porto, Coimbra, Viseu)

Biosolo – http://loja.biosolo.pt  (Grande Lisboa, Lourinhã, Torres Vedras)

Prove – www.prove.org.pt (em quase todo o país)

Sóbio – www.sobio.pt (Leiria, Coimbra, Batalha, Porto de Mós, Marinha Grande, Fátima, Ourém)

Horta à Porta – http://www.hortaaporta.com (Grande Porto)

Quintinha – http://www.quintinha.com (Espinho, Porto, Santa Maria da Feira, São João da Madeira, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia)

Freshbio – www.freshbio.pt (Câmara de Lobos, Funchal, Santa Cruz)

Hortas da cortesia-  http://www.hortasdacortesia.com (Lisboa)

Quinta de Herdeira – http://www.quintadaherdeira.com (Lisboa e Margem Sul)

Horta Verde – https://www.facebook.com/pages/Horta-Verde-Produtos-Agr%C3%ADcolas/305624889551526 – (Sesimbra, Setúbal)

Mercado Saloio – http://mercadosaloio.blogspot.pt – (Sintra, Cascais, Oeiras, Lisboa, Amadora)

Pede Salsa – http://pdsalsa.blogspot.pt/2013/11/cabaz-da-semana_9.html (Cascais, Oeiras, Almada, Seixal, Lisboa, Sintra)

Quinta da Pedra Branca – http://www.quintadapedrabranca.pt – (Sintra, Lisboa, Cascais)

Verdejar – http://www.verdejar.pt – (Coimbra, Lisboa)

Mercearia Bio – http://www.merceariabio.pt (Algarve e resto do país)

Costa da Marinha – https://www.facebook.com/pages/Costa-da-Marinha-Agricultura-Biológica/138907932983728 (Ovar e Porto)

À Mão de Semear – https://www.facebook.com/amao.desemear?fref=ts (Baixo Alentejo)[line]

 

[line]

Porquê comer sazonal? Os alimentos sazonais adaptam-se às necessidades do nosso corpo. Os legumes mais “confortáveis” e densos aparecem no Inverno porque o nosso coro precisa de energia para se manter quentinho. Os mais frescos vêm no Verão, têm mais água, protegem-nos contra o calor. Outros alimentos conservam-se durante o ano inteiro, como as batatas, porque são uma boa base da alimentação. As batatas são uma boa fonte de açúcares lentos, dão energia, não têm muitas calorias e são ideais para serem comidas durante o ano inteiro.[line]

 [line]

Comer produtos da estação fica mais barato, porque são também mais baratos de produzir. Os produtos que não são da estação precisam de estufas e atmosferas protegidas e modificadas para crescerem a pensar que estão na estão na estação certa. Por isso os tomates no Inverno não sabem a nada: porque precisam de sol para serem doces e suculentos, e não de um ar condicionado quentinho.[line]

[line]

Ou seja, os produtos são mais saborosos e têm mais nutrientes, o que significa que são mais saudáveis e ricos!

Total
3
Shares

6 comments

  1. E no Algarve (Portimão) também!! 🙂 http://www.merceariabio.pt/
    Excelente artigo, eu estou actualmente na Alemanha, e aqui os supermercados tem o mesmo problema, muita fruta e vegetais (muitos, claro, fora de época) vindos de produçoes massivas Espanholas ou Italianas. Felizmente todas as terrinhas tem mercado semanal e podemos sempre comprar frescos de produtores da zona.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*
*