Um clássico nas mesas de festa dos portugueses. Desta vez, sem salmonelas.

Receita adaptada do Chefe Silva, de uma antiga Teleculinária.
200 gr de de bolacha Maria (vegana)
100 gr de açúcar
100 gr de margarina vegana
100 gr de cacau em pó (sem açúcar)
1 colher de chá bem cheia de sementes de linhaça moídas
2 a 3 colheres de chá de água
Esmague as bolachas até ficarem em pedaços pequenos, mas não em pó. Pode usar um robot de cozinha (cuidado para não as esfarelar!) ou pôr o pacote dentro de um pano, bem embrulhado, e espancá-lo com um rolo da massa.


Bata a margarina e o açúcar com a batedeira durante 3 a 4 mn, ou até estar uma mistura fofinha. Junte o cacau, a água e as sementes de linhaça e bata até estar incorporado. Se necessário junte um pouco mais de água.
Junte as bolachas e envolva, com uma colher de pau. A mistura deve ficar grossa.
Deite o preparado sobre um papel de alumínio, em forma de… bem, de salame. Enrole o papel de alumínio sobre o salame, e molde-o (aperte-o) com a ajuda do papel de alumínio.
Se quiser, pode polvilhar o papel de alumínio com açúcar, para o salame não agarrar, mas não é extremamente necessário.

Leve ao frigorífico o tempo que a sua gula permitir (1 hora para mim, muito sofrida).

Devore!

Total
6
Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*
*