Eu adoro comida árabe. Era capaz de me alimentar de hummus e de pão pita e viver satisfeita J! Para esta receita só precisa, basicamente, de um processador. É triturar, triturar e triturar e está feito. E o resultado é delicioso! Em relação ao molho, também era capaz de me alimentar só de molho de tahini e viver satisfeita. Fica óptimo com os falafels, mas por cima de legumes cozidos ou de salada fica igualmente bom! Acompanhe este prato com arroz basmati, ou então coloque dentro de um pão pita quentinho.

 
Para os falafels

200 g de grão-de-bico cozido (1 chávena/xícara)

250 g de tofu

1 colher de chá bem cheia de alho em pó

1 colher de sopa de azeite

1 mão cheia de coentros

1 pitada de pimenta preta

1 colher de chá de açafrão das índias

Num processador, bata o grão-de-bico até estar granulado. Junte o tofu partido aos pedaços e bata até estar tudo esmagado numa pasta. Junte todos os outros ingredientes, raspe as paredes do processador, e bata novamente até estar tudo incorporado. Se tudo correr bem, vai-se começar a formar uma bola dentro do processador – é sinal de que está pronto!

Faça bolinhas do tamanho de uma bola de golfe e depois achate-as. Quanto mais limpinhas estiverem as suas mãos, mais fácil é fazer as bolas. Se a massa começar a agarrar, lave as mãos e volte ao trabalho – vai ver que já não voltam a colar.

Frite-as numa frigideira com um fio de azeite (não precisam de muito azeite), dos dois lados, até estarem douradas. Vire-as com muito cuidado! Reserve.

Para o molho de tahini

2 colheres de sopa bem cheias de tahini

Sumo de meio limão

1 dente de alho laminado

1 colher de sopa de azeite

Coentros a gosto

Água

Coloque o tahini e o sumo de limão no processador. Bata até estar incorporado. Junte todos os outros ingredientes excepto a água, e bata até não ver pedaços de alho.

Raspe as paredes do processador e deite um pouco de água. Bata até estar incorporada. Junte a água necessária até criar uma consistência cremosa (eu juntei cerca de ¼ de chávena/xícara).

Leve ao frigorífico até ao momento de servir.

Sirva por cima ou ao lado dos falafels.
É tão bom que vai gritar allahu akbar de tanta satisfação!

5 comments

  1. Adoro falafel! e já não faço há algum tempo! começei por usar o grão de bico de lata, já cozido, mas a massa acabava por ficar demasiado húmida para não fazer asneira depois a fritar os bolinhos! Mas nunca fritei em azeite…fazia-o sempre em óleo. Então resolvi-me pelo grão ainda seco e depois demolhado.

    Acho que vou já experimentar o velho método este fim de semana e optar pelo azeite que é mais saudável!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*
*