Esta receita traz uma surpresa: um vídeo! A Caroline Pimenta, jornalista da Lisboa Net TV, teve a gentileza de convidar o The Love Food para uma entrevista, que estará em breve no site da Lisboa Net TV, em www.lisboanet.tv, e para filmarmos uma receita. Depois de algumas noites em claro a pensar em que receita poderia fazer, resolvi escolher uma inédita, que só ficou au point na noite anterior, depois de algumas tentativas.

Aproveito para informar que eu me enganei nas filmagens (errar é humano, acontece mesmo aos veganos J)… Assim, quando me ouvir dizer “200 g de margarina”, não leve a sério, é só 100g, como pode comprovar na receita abaixo.
Espero que goste! A Caroline Pimenta fez um excelente trabalho (podem ver os seus outros trabalhos em http://carolinepimenta.eu), eu adorei a experiência e estou a pensar seriamente em repetir!

Quanto a estas fatias de amora, só vos posso dizer que são uma verdadeira delícia.

Receita para 4 a 6 pessoas (ou mesmo 8)

200g de bolachas torradas ou tostadas (veganas) – 1 pacote
200g/2 cups/chávenas/xícaras de farinha integral
100g/1 cup/chávena/xícara de açúcar amarelo
100g de margarina vegana (eu usei light)
1 colher de chá de canela

Pré-aqueça o forno a 150ºC.
Triture as bolachas até estarem finas. Podem ficar uns pedaços maiorzitos e outros menores.
Misture todos os ingredientes numa taça e, com os dedos, desfaça a margarina até ficar uma massa areada.
Coloque metade da massa numa forma com o fundo forrado com papel vegetal. Acame, como se fosse uma base de tarte, apertando-a bem contra a forma.
Leve ao forno durante 10 mn, o que lhe dá tempo para fazer o recheio, para o qual precisa de:

3 cups/chávenas/xícaras de amoras congeladas (ou de outra fruta qualquer)

2 colheres de sopa de açúcar amarelo
1 colher de sopa de amido de milho (Maizena)
Sumo de ½ limão

Leve a lume brando as amoras, junte o resto dos ingredientes e envolva. Em poucos segundos vai-se começar a criar um sumo cremoso no fundo da panela. Quando estiver tudo envolvido está pronto, pode desligar o lume. Não é necessário que a fruta descongele completamente, porque irá descongelar e cozer no forno.

 



 Entretanto já passaram 10 mn. 
Retire a massa do forno, coloque por cima, bem espalhadas, as amoras, e esfarele o resto da massa que sobrou por cima, como se fosse um crumble. Se estiver muito esmigalhado, junte uma colher de sopa de margarina e amasse novamente – fica melhor se a cobertura tiver pedaços maiores de massa.

 

Leve novamente ao forno durante 40mn ou até estar dourado e cheirar deliciosamente a canela por toda a vizinhança.

 

Retire do forno e deixe arrefecer na forma durante 10 a 15mn.

 

Passado este tempo, desenforme e coloque numa grelha de pastelaria para arrefecer completamente. Aproveite o papel vegetal como base, para não perder nenhum pedacinho de massa.

 

Polvilhe com açúcar em pó e coma!

Total
2
Shares

4 comments

  1. Hummm! parece muito bom! o que não entendi é se essas torradas são aquelas normais de pacote bauducco, salgadas, ou algum outro tipo de bolacha que não temos por aqui… Vou tentar fazer depois, hoje vamos ter comida mexicana aqui em casa 🙂 guacamole, pico de gallo, nachos e tacos veganos. tudo mais “light” com esse calor não dá pra comer nada muito pesado não! rs…um abraço do Brasil, Deborah

  2. Oi Deborah! As bolachas torradas ou tostadas em Portugal são como as bolachas Maizena brasileiras, mas com sabor a canela, por isso não são salgadas mas sim doces. Sinceramente não sei se no Brasil existem bolachas equivalentes… Mas pode fazer com outro tipo de bolachas, por exemplo de canela ou de gengibre. Espero ter ajudado! Um abraço para você e para o Brasil!

  3. Olá, Maria! Fiz a receita e ficou ótima! Usei as bolachas Maizena aqui do Brasil, como você disse, e mais as amoras que minha mãe colheu direto das amoreiras daqui perto de casa. Um abraço! (:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*
*