O dia de São Valentim aproxima-se, apelando a sabores confortáveis e spicy. Conquiste a sua metade com uma generosa fatia desta tarte, bem temperada com gengibre, canela e noz-moscada, para fazer subir a temperatura, e regada com um doce coulis de chocolate, para adoçar o resto da noite. Intercale cada garfada com um beijo e tenha um delicioso São Valentim!
Para a massa de bolacha400 g de bolachas tipo Torradas (eu usei Digestivas e a massa desfez-se um pouco)
8 colheres de sopa de margarina vegana
Uma pitada de canela (opcional)

Para o recheio550g (ou 1 cup/chávena/xícara) de abóbora
2 colheres de sopa de amido de milho (Maizena)
½ cup/chávena/xícara de leite de soja
3 colheres de sopa bem cheias de açúcar
1 colher de chá de canela (a gosto)
1 colher de chá de gengibre em pó (a gosto)
1 pitada de noz-moscada

Para o coulis de chocolate4 quadrados de chocolate de culinária vegano
4 colheres de sopa bem cheias de leite de soja
1 pitada de canela (opcional)
1 pitada de gengibre (opcional)
1 colher de chá de açúcar em pó (opcional – para aqueles que gostam mais de doce do que eu)

Como fazer:

O recheio
Corte a abóbora em pedaços do mesmo tamanho e asse-a durante 45 mn a 150ºC, ou até estar tenra (enterre-lhe um garfo e sinta) e sem estar queimada.

Deixe arrefecer. Pode fazer este passo no dia anterior e o resto da tarte no dia seguinte.

Quando estiver fria, triture a abóbora com a varinha mágica até ficar um puré liso.

Junte o resto dos ingredientes do recheio ao puré de abóbora e mexa vigorosamente até ficar ligado e sem grumos.


A massa
Triture as bolachas num robot de cozinha/trituradora até ficarem bem esmagadas. Junte a margarina e a canela, e ligue o robot novamente até ficar uma massa consistente. Se tiver problemas com o seu robot de cozinha, pode fazer este passo à mão, amassando pacientemente a margarina e as bolachas trituradas.


Coloque a massa numa tarteira e, com as mãos, vá delicadamente esmagando a massa até às bordas, como na fotografia.

Para montar e fazer magia
Coloque por cima o recheio, alise-o com uma espátula e leve ao forno a 150ºC durante 30 a 40 mn, ou até as bordas estarem douradas (o tempo vai depender das bolachas que utilizar).


Quando estiver pronta, deixe repousar no mínimo 2 horas até servir.

No momento de servir faça o coulis de chocolate: derreta no microondas (demora uns segundos) ou em banho-maria o chocolate e o leite. Quando o chocolate tiver derretido, junte o resto dos ingredientes e mexa vigorosamente com um garfo até ficar cremoso. Se estiver muito grosso, junte mais leite.

Coloque o coulis numa tacinha à parte para cada pessoa se servir como desejar, por cima da fatia de tarte.

(esta receita parece ser complicada por ter muitos passos, mas, na verdade, é mais simples e rápida do que aparenta. Torna-se mais complicado explicar como fazer do que fazer, por isso, experimente e faça-a!)

Total
1
Shares

7 comments

  1. Olá, obrigada pelo comentário! Eu costumo usar chocolate Plamil, é biológico, vegano e bom. Existe à venda em Portugal mas é bastante caro, para grandes quantidades compensa comprar on-line. Se não estiver disponível para “abrir os cordões à bolsa” por uma tablete de chocolate, há outras marcas mais acessíveis, nomeadamente marcas brancas, que têm chocolate de culinária “acidentalmente” vegano. Espero ter ajudado!

  2. Olá, uso o que tiver à mão. Se for biológico, como o da Alpro ou da Provamel, melhor. Por vezes é difícil de encontrar e acabo por usar o de marca branca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*
*