Fazer seitan em casa só traz vantagens. Confesso que nunca imaginei que fosse tão fácil, para além de ser muito mais económico, e tão mais saboroso!

Serve de base para qualquer receita de seitan, como esta, esta ou esta. Para uma refeição rápida, salteie-o num fio de azeite, com uma pitada de alho em pó e uma boa pitada de pimentão-doce (páprica): é deliciosamente simples!

Receita para 2 pessoas

1 cup/copo/chávena/xícara de glúten de trigo
1 cup/copo/chávena/xícara de água

2 cup/copo/chávena/xícara de água
3 colheres de sopa de levedura de cerveja
3 colheres de sopa bem cheias de molho inglês (vegano) (o do Pingo Doce, marca branca, é bom e vegano)
1 colher de sopa de alho em pó
1 colher de sopa de salsa seca


Numa taça, junte o glúten de trigo e a água e misture com um garfo. É possível que, para ter um seitan macio, tenha de usar mais água, uma vez que depende totalmente da qualidade da água utilizada. Experimente com estas medidas, e se, depois de cozinhar, achar que fica duro, volte a tentar usando mais água.

Amasse a massa durante 1 a 2 minutos, apertando-a entre os dedos para a tornar mais tenra. É anti-stress, aproveite bem esse momento.


Numa panela, coloque 2 cups/copos/chávenas/xícaras de água e junte a levedura de cerveja, o molho inglês, o alho em pó e a salsa. Adicione o seitan e deixe cozinhar durante aproximadamente 1 hora, até o molho reduzir.

Deve mexer de vez em quando porque o seitan pode agarrar-se à panela (nada de grave – não se preocupe) – use a sua panela mais anti-aderente.

Quando estiver pronto, retire o seitan da panela e deixe-o arrefecer um pouco num prato ou num tupperware, juntamente com o molho que sobrou.

Aproveite este molho para qualquer receita em que utilize o seitan: é óptimo!

EXPERIMENTE TAMBÉM:
Usar 1/2 caldo de legumes, em vez do molho inglês. Depois é só acrescentar os outros ingredientes, e o modo de preparação é exactamente o mesmo. Fica delicioso!
Total
11
Shares

7 comments

  1. Por acaso costumo fazer, fica muito mais em conta e é divertido 🙂
    Mas aqui na Austria onde moro presentemente, procurei em todas as lojas o gluten, e houve uma sra que me respondeu: fazer seitan em casa? que coisa tão exotica! Enfim mentalidades!
    Parabéns pelo blog!
    ***

  2. Olá Pati! Nós somos mesmo uns exóticos 🙂 Na verdade, o seitan aqui é muito caro e, sinceramente, fica muito mais saboroso fazê-lo em casa. Fiquei com curiosidade em experimentar o seitan austríaco! Obrigada pelo comentário e seja sempre bem-vinda!

  3. Hello!
    Óptima dica! Gostaria de experimentar, mas antes gostaria de saber quanto tempo aguenta este seitan caseiro? Isto é, qual a validade depois de “fabricado”? Guarda-se no frigorífico, congela-se?…
    Obrigada e parabéns pelo blog!
    Tita

  4. Olá Tita, obrigada pelo comentário! Este seitan aguenta-se 2 dias no frigorífico, num tupperware.Confesso que nunca experimentei congelar, mas vou fazê-lo e depois conto como correu. De qualquer maneira, pode certamente ser congelado, e convém que o seja aos pedaços, para ser posteriormente descongelado na panela, e não no micro-ondas (receio que fique duro). Um abraço!

    1. Anos atrás fazia muito, estou v

      voltando a fazer, ,mas nem todas as vezes fica do mesmo jeito. Mas não fica muito ruim; gostaria que ficasse bom, mas nunca tenho certeza por nunca ter pego um em minhas mãos, ,Obrigada! !!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*
*