Esta tarte é o almoço perfeito de Verão. Leve e fresca, combina o crocante da massa com o aveludado dos legumes. Além disso, o sabor mediterrânico das ervas lembra as férias e dá calor ao coração. É muito simples e rápida de fazer, e é a prova viva de que a simplicidade é uma arte muito saborosa…

Receita para uma refeição de 2 pessoas, uma entrada para 4 ou um piquenique de 8

1 embalagem de massa folhada pronta 100% vegetal
1 courgette (ou abobrinha)
1 beringela
1 pimento vermelho
Azeite
Sal
Pimenta preta
Oregãos
Manjericão
2 dentes de alho aos pedacinhos ou alho em pó

Pré-aqueça o forno a 180ºC.

Corte a courgette, a beringela e o pimento (limpo de sementes) aos pedaços.

Num wok ou numa frigideira grande, aqueça um fio de azeite e os dentes de alho, e deite todos os legumes lá para dentro. Tempere com sal e salteie até estarem tenros (10 a 15 mn), mexendo de vez em quando.

No final, quando estiverem dourados, adicione a pimenta preta, os orégãos (uma boa sacudidela), o manjericão e o alho em pó (se utilizar – outra boa sacudidela). Envolva. Reserve e deixe arrefecer.

Forre uma tarteira (se possível de base amovível) com a massa folhada. Acondicione as pontas da massa como na fotografia. Com um garfo, faça buraquinhos na base.

Coloque a massa folhada no forno até dourar, aproximadamente 10mn. É provável que o centro da tarte suba vertiginosamente, como uma grande empada – não se preocupe, é normal!

Desligue o forno.

Retire a massa do forno e abata o centro com uma colher. Coloque o recheio dos legumes no centro e acomode-o bem.

Volte a colocar a tarte no forno desligado por 10 mn.

Quando estiver pronta, retire a base da forma com cuidado, se estiver a utilizar uma forma de base amovível, e sirva.

Uma saladinha fresca faz o par perfeito com esta tarte.

10 comments

  1. Obrigada pelo teu blog, é muito inspirador e tudo tem um ar delicioso… sente-se o amor que tens pela natureza. Ter uma horta e usufruir dela é um privilégio, parabéns. Quando “for grande” quero ser como tu ;))

  2. Obrigada, Kanhas! Eu normalmente compro a massa folhada de marca branca, no Pingo Doce ou no Minipreço. São bastante baratas e funcionsm perfeitamente, para além de serem, acidentalmente ou não – mas felizmente, veganas. Um abraço

  3. Olá Raquel! Que comentário delicioso! Muito obrigada pelo apoio. É mesmo um privilégio e um sonho poder estar próximo da natureza. Espero que um dia também possa usufruir de uma horta jeitosa e bem fornecida! Um beijo grande!

    1. Obrigada, Catarina! Eu normalmente compro a massa folhada de marca branca, no Pingo Doce ou no Minipreço. São bastante baratas e funcionsm perfeitamente, para além de serem, acidentalmente ou não – mas felizmente – veganas. Um abraço 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*
*