A nossa horta está cheia de verdadeiros tesouros gastronómicos (e biológicos). Tento manter o sabor original e a textura perfeita dos legumes que colho, sempre que cozinho. A simplicidade pode ser uma arte, e é um crime desperdiçar tanta delícia! Brócolos, ervilhas de quebrar, couve-flor, alface, cerejas, morangos… fica aqui o registo de um momento de prazer, antes de passar às panelas – que é outro momento de prazer!


6 comments

  1. Grande Horta,

    Assim sim 🙂 Verdadeira VEGANA.

    Um dia tb vou ter uma horta assim.

    Parabéns pelo blog, pela filosofia e acima de tudo pela iniciativa.

    Bjs e tudo de bom.

  2. Achei este Blog fantástico – cheia de vontade de experimentar estas receitas que parecem ser tão fáceis!! Fiquei com vontade de continuar a ler!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*
*