Receita para 2 pessoas
O que fazer quando não se tem paciência para preparar o jantar? Quando o tempo aperta? Quando se tem o frigorifico cheio de restos de legumes? Eu faço caril. Dito assim parece ser um mero aproveitamento de restos, mas não: é um regalo! Sobretudo quando se usam legumes biológicos, que sabem ao que é suposto saberem, e não a plástico. No supermercado os produtos biológicos são, normalmente, um balúrdio, por isso aconselho-a/o a ir a uma mercearia biológica ou ao mercado, onde encontrará certamente imensos legumes da estação com preços mais acessíveis do que os legumes não biológicos que costuma comprar no supermercado. Compensa no bolso e no palato, e o planeta agradece!

Eu gosto dos legumes cozinhados muito tenros. Se preferir os legumes mais crocantes, reduza o tempo de cozedura para metade.

Para esta receita usei:

1 ramo de brócolos pequeno
½ courgette (abobrinha, para os irmãos do outro lado do Atlântico)
½ beringela
½ frasco de grão-de-bico
2 colheres de sopa de polpa de tomate
4 colheres de sopa de natas de soja (creme de leite de soja)
Sal
1 colher de chá de alho em pó
1 colher de café de pimentão-doce (páprica)
1 pitada de gengibre em pó
Coentros picados
1 colher de sopa de caril
Azeite

Separe os ramos dos brócolos. Corte os talos em pedacinhos e guarde as flores. Corte a courgette e a beringela aos pedaços. Numa panela, aqueça um fio de azeite, junte os talos dos brócolos e os pedaços de beringela e courgette. Salteie, mexendo de vez em quando para não agarrar, até os legumes ganharem uma ligeira cor dourada. Juntar água até cobrir os vegetais e a polpa de tomate. Tempere com sal e deixe cozinhar tapado.

Quando os legumes ficarem tenros (15 mn depois), junte as flores dos brócolos e o grão e deixe cozinhar tapado durante 10 mn. Quando estiver quase pronto, junte o alho em pó, o pimentão-doce, o caril, as natas e os coentros. Envolver com cuidado, para não esmagar os legumes. Tapar e desligar o lume. Esperar 5 mn e está pronto a comer.

Este caril é muito suave, pouco picante e muito aveludado. Se preferir uma onda mais indiana, use leite de coco em vez de natas de soja. Se gostar de mais picante, use mais pimentão-doce ou pimenta. É um prato adaptável a todos os gostos – use esta receita como base e deixe fluir a sua imaginação culinária (enquanto esvazia o frigorífico).

2 comments

  1. Olá, o que são legumes biológicos? É sinonimo de orgânicos? Aqui em são paulo têm uma feira ótima de orgânicos no parque da água branca, se vier aqui pra são paulo já sabe onde comprar 🙂
    Visita meu blog? http://mundoveg.blogspot.com/
    (tava com um problema das pessoas não conseguirem comentar…não sei se foi resolvido… )Amo seu blog, têm receitas muito boas! pena que algumas coisas ainda não temos no Brasil…só se for importar mesmo, só que aí fica muito caro! Por aí a vida é mais “fácil” para os VEGetariANos?

  2. Oi! Muito obrigada pelo seu comentário! Legumes biológicos são legumes orgânicos, ou seja, sem químicos, sem pesticidas e que respeitam os ciclos do solo. Por aqui a vida vegana/vegetariana parece ser mais fácil, há muitos produtos vegetarianos no supermercado e muitas lojas de produtos “naturais”, o único problema é o preço! Obrigada pela força e boa sorte para o seu blog, é muito interessante!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*
*